Notícias Manutenção Interna

Anuncie aqui

Manutenção em elevadores: uma melhor experiência no dia-a-dia

Publicado em: 30 de junho de 2022

A boa manutenção dos elevadores é uma das melhores formas de cuidar desse investimento

 

manutenção dos elevadores

Sem os elevadores, a vida urbana não teria conseguido chegar em andares tão altos. Eles são um componente importante de muitos edifícios e a boa manutenção dos elevadores é uma das melhores formas de cuidar desse investimento. O serviço certo para o elevador também pode oferecer uma experiência personalizada, com mais informação para proprietários, síndicos e gestores de edifícios, e ferramentas inteligentes para os técnicos de serviço.

Cada edifício e cada elevador é único, e oferecer opções personalizadas que são adaptadas a edifícios ou instalações específicas é crucial. A utilização de um edifício pode mudar com o tempo e ter uma equipe técnica bem treinada e empenhada significa ser capaz de analisar as características físicas e o desempenho do equipamento para proporcionar o máximo tempo de funcionamento e passeios seguros e confortáveis para os passageiros.

 

Tipos de manutenção

Os clientes devem ter suas necessidades compreendidas para que seja proposto o serviço correto para a manutenção. Depois que o elevador é instalado, é preciso uma série de cuidados para garantir o seu bom funcionamento. Sem dúvidas, o mais importante é a realização da manutenção preventiva periódica, para garantir a correta operação do equipamento, além de uma vistoria completa uma vez ao ano.

Como o próprio nome sugere, esse tipo de manutenção serve para garantir que todos os componentes estão funcionando como deveriam. Ela inclui constantes vistorias na cabina, poço do equipamento e casa de máquinas; revisão de peças como o motor e seus rolamentos, o sistema de freio da máquina, as polias e os cabos de tração; inspeção regular da tensão dos cabos de aço; limpeza do poço do elevador; lubrificação, entre outros.

A longo prazo, a manutenção preventiva se prova bem mais econômica, uma vez que não afeta o funcionamento do prédio tanto quanto a corretiva.

Já a manutenção corretiva acontece quando o elevador está fora de serviço por questões técnicas e precisa ser consertado o mais breve possível. Nesses casos, os técnicos responsáveis precisam identificar e reparar o ocorrido para que o elevador volte a funcionar.

Um serviço de qualidade não se trata apenas de uma mudança eficiente; trata-se de uma melhor experiência no dia a dia para síndicos, administradores e todos que passam pelo edifício.

 

 

Fernando Peiter
Diretor de Marketing e Vendas da Otis para América Latina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *