Notícias Segurança Interna 01

Anuncie aqui

10 dicas para deixar seu apartamento seguro no final de ano e férias.

Publicado em: 14 de dezembro de 2021

Veja 10 dicas para reduzir a vulnerabilidade e aumentar o nível de proteção, criando estratégias para manter seu apartamento seguro no fim de ano e férias!

 

10 dicas para deixar seu apartamento seguro no final de ano e férias.

 

 

Você já parou para pensar se realmente tem um apartamento seguro ou acha que apenas a segurança no condomínio é o suficiente contra os ladrões?

Dentre as principais preocupações em uma administração de condomínios, está a segurança. Falsos visitantes, quadrilhas especializadas, golpe do aluguel de imóvel como fachada, verdadeiros “homens-aranha” mostram todos os dias que os bandidos não dormem no ponto, quando o assunto é a criatividade para roubar.

Dentro de cada apartamento, no entanto, com os moradores a história é diferente. A maioria esquece que a segurança em condomínio depende de atitudes preventivas de cada um e deixa de lado ações estratégicas contra a criminalidade dentro da própria casa.

Mas ter um apartamento seguro, que dificulte o acesso a quem porventura consiga passar pela segurança do condomínio, não é tão difícil assim.

 

Veja essas 10 dicas para melhor proteger o seu patrimônio e a sua família. Acompanhe:
O que fazer para ter um apartamento seguro de verdade?

Pequenas mudanças de hábitos e a aquisição de equipamentos já podem fazer uma grande diferença. O importante é a participação de toda a família para manter o apartamento seguro sempre.

1) Olho mágico

Um dos itens de segurança mais antigos do mundo precisa estar modernizado para ser realmente eficiente. Substitua o olho mágico tradicional por um 180° ou de preferência um digital – e não deixe de usá-los em cada porta externa. Assim, a entrada só deve ser permitida se você reconhecer quem está do outro lado e sua visita tiver sido devidamente anunciada e autorizada.

2) Portas e janelas devem ser reforçadas

Portas e janelas reforçadas são fundamentais para um apartamento seguro. Há vários modelos no mercado, por exemplo: blindadas, anti-arrombamento, com ferro, aço e outros materiais.

 

3) As trancas e travas também são necessárias em portas e janelas

Mesmo nos andares altos. Além das tradicionais grades chumbadas na parede, venezianas e dobradiças reforçadas e vidro temperado também são boas opções para evitar invasões.

 

4) Para um apartamento seguro, o ideal são fechaduras de segurança, entre as mecânicas

Com três, quatro ou cinco travas – eletrônicas ou digitais. Contudo, as travas avulsas também são interessantes, inclusive para as janelas basculantes.

Fique esperto: De acordo com os especialistas, os assaltantes precisam arrombar ou derrubar uma porta ou janela em, no máximo, dois minutos para dar continuidade ao assalto. Geralmente, eles só tentam por mais tempo quando têm certeza de que não há ninguém em casa ou por perto. Por isso, quanto maior o grau de dificuldade, melhor.

 

5) Alarmes e sistemas de segurança automatizados

Um apartamento seguro deve ter um sistema de alarme interno, ligado diretamente à portaria ou à central de monitoramento. Além disso, é importante ter também dispositivos remotos para essa comunicação, como aplicativo no celular.

 

6)Os kits de smart home são boas opções para quem quer um reforço à segurança do condomínio. As câmeras conectadas permitem o monitoramento exclusivo do morador pelo smartphone mesmo quando não há ninguém em casa, como nas festas de fim de ano e no Carnaval.

7) Isolamento dos ambientes

Uma medida pouco conhecida, mas bastante eficiente é isolar os cômodos durante a noite ou quando o apartamento estiver vazio. Para isso, basta trancar todas as portas intermediárias – que também podem ter trancas reforçadas ou travas especiais.

 

8) Comunicação eficiente

Um apartamento seguro também depende de um canal de comunicação eficiente. Telefone fixo, celulares e interfones devem estar sempre em bom estado de funcionamento.

 

9) Mas crie também canais alternativos para falar com a portaria, vizinhos e a família, através de aplicativos como o WhatsApp, por exemplo. Uma boa ideia é criar um grupo de emergência, onde todos recebem a mesma mensagem ao mesmo tempo.

 

10) Outra dica é criar códigos de emergência que descrevam determinadas situações previamente definidas. Assim é possível enviar mensagens codificadas de forma que outras pessoas acionem a segurança.

Mantendo seu apartamento seguro você estará minimizando a vulnerabilidade dos seus bens e da sua família. O principal é entender que a prevenção é a melhor forma de manter a segurança no condomínio, e que a participação de todos é fundamental.

 

 

Fonte: Habitacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *