Notícias Dia Interna

Anuncie aqui

7 motivos para fazer do zelador o melhor amigo do síndico

Publicado em: 9 de março de 2021

Síndico e zelador são importantíssimos para o condomínio – e é por isso que sua relação deve ser a melhor posssível. Entenda.

7 motivos para fazer do zelador o melhor amigo do síndico

Síndico e zelador devem se relacionar bem porque os dois exercem atividades fundamentais no dia a dia da vida condominial. No artigo de hoje vamos dar algumas dicas para síndicos que vão facilitar este relacionamento.

Não tem outro jeito. Todo síndico precisa desenvolver uma relação de parceria com o zelador do condomínio que administra.

Há vários motivos que justificam o esforço do síndico em buscar construir um laço de amizade com o zelador.

Isto porque sempre há tarefas nas quais o zelador pode ajudar o síndico. E do outro lado da mesma moeda, o zelador também se beneficia do bom entendimento com o síndico.

Um facilita a vida do outro e todos saem ganhando.

Gestão condominial: 7 motivos para fazer do zelador o melhor amigo do síndico
  • Quando o síndico inclui o zelador no seu plano de trabalho, ele ganha um braço direito. Zeladores bem preparados e eficientes podem contribuir bastante a favor da sindicância. Com esta colaboração mútua, fica mais fácil para o síndico alcançar bons resultados e resolver, principalmente, os problemas menores de forma mais tranquila.
  • O zelador pode antecipar problemas ao síndico. Afinal, ele está presente fisicamente no condomínio muito mais tempo do que o síndico. Ele vê e ouve tudo que acontece. Além de conhecer bem todos os condôminos.
  • Quando o zelador faz bem isso, o síndico pode agir mais vezes de forma preventiva. E não só ficar apagando incêndios quando estes aparecem.
  • Além de representar o condomínio durante medições de concessionárias e inspeção de órgãos públicos, o zelador, quando bem orientado pelo síndico, pode fazer a inspeção geral da rotina.
  • E ainda providenciar aqueles materiais imprescindíveis para a limpeza e manutenção do condomínio.
  • Quando síndico e zelador se entendem bem, o segundo pode desempenhar o importante papel de cuidar para que as instalações sejam preservadas. Seja pelos moradores ou por prestadores de serviços. Um bom exemplo é quando ocorrem mudanças. O zelador deve acompanhar a movimentação de entra e sai, natural nestas ocasiões.
  • Outra tarefa que pode ser assumida pelo zelador é quanto à responsabilidade pela ordem e cumprimento das regras em geral. Conhecendo bem os procedimentos de segurança do condomínio, por exemplo, ele deve orientar e esclarecer as dúvidas de todos.
Dicas para síndicos: Como fazer do zelador seu melhor amigo
  • O síndico não pode cair num erro muito comum entre alguns chefes no mundo corporativo. Se ele for um profissional sempre ocupadíssimo e não puder dar a devida atenção, tanto ao zelador, quanto aos demais funcionários do condomínio, sua gestão corre grandes riscos.
  • O ideal é que ele não seja temido pelos funcionários. Mas sim respeitado. Ele não pode querer designar tarefas ou impor certos limites à zeladoria de um dia pro outro. Para que o zelador possa assumir diversas atividades ao mesmo tempo, ele precisa de orientação. E esta cabe ao síndico.
  • O zelador precisa entender quais são suas atribuições e quais são as obrigações do síndico. Quando ele tem clareza sobre suas tarefas, não fica o tempo todo precisando falar com o síndico. Ele as desempenha bem e presta conta depois.
  • O síndico deve ainda garantir que, em caso de necessidade, o zelador receba treinamento e capacitação. Ele precisa saber de tudo um pouco, não é mesmo? E, principalmente estar habilitado para mexer com toda a tecnologia envolvida, por exemplo, nos sistemas de segurança de um condomínio.
  • Como ninguém nasce sabendo, zeladores precisam de ajuda para aprender e se atualizarem. Assim, eles conseguem assumir suas responsabilidades da melhor maneira possível e ficar mais focados no seu trabalho.
  • O zelador também faz tudo direitinho e dá conta de todas as suas atribuições quando se sente respeitado pela comunidade condominial e pelo síndico. Este deve reconhecer sempre quando uma tarefa for bem executada.

 

 

Fonte: Tudo Condo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *