Notícias Áreas home 01

Anuncie aqui

Academia e spa, antes diferenciais, hoje são quase obrigatórios

Publicado em: 13 de junho de 2022

As demandas criadas durante o período de isolamento social passaram a privilegiar, mais do que nunca, a relação entre interno e externo

 

A rotina e o estilo de vida das pessoas mudaram depois do surgimento da covid-19 e, com isso, surgiram novas tendências também nas escolhas dos espaços de morar. A academia e o spa, por exemplo, que antes eram ambientes que agregavam os condomínios, agora são, praticamente, obrigatórios. As demandas criadas durante o período de isolamento social passaram a privilegiar, mais do que nunca, a relação do interno e externo, a conexão com o verde, o bem-estar e o conforto dos moradores. São elementos que deixam de ser tendências para se tornarem uma realidade já observada nos novos empreendimentos em São Paulo.

No caso dos edifícios residenciais a regra tem sido trazer mais qualidade de vida para os moradores, com soluções que absorvam não só as atividades de morar, mas também de entreter e conviver de forma equilibrada, dando mais vida a cada ambiente. Áreas antes consideradas diferenciais em um condomínio como academia e spa, hoje são itens quase que obrigatórios. O design biofílico é outro ponto importante na conceituação dos espaços. Dentro dele, destacam-se a presença de luz e ventilação natural, vegetação, cores e materiais que fazem alusão aos elementos da natureza.

Nos apartamentos, os espaços devem garantir liberdade de layout para que o morador encontre a configuração que melhor atenda às suas necessidades, otimizando ao máximo e valorizando cada centímetro. Para isso, os ambientes precisam ser adaptáveis, conectados ao meio onde estão inseridos de forma leve e humanizada.

“Cada vez mais as pessoas querem espaços abertos, cômodos flexíveis, janelas amplas e fachadas ativas, como uma possibilidade de integração e convivência com a paisagem urbanística da cidade. Valores como conforto e referências à natureza são tributos que ganharam relevância nos projetos arquitetônicos, com conceito de viver com qualidade cada vez mais exigente”, afirma Ricardo Piccinini, CEO da Incorporadora Viver/Solv.

Essas novas tendências não são exclusividade apenas de empreendimentos de luxo. O residencial Folks Vila Mariana, da Incorporadora Viver, é um exemplo de empreendimento de médio padrão com localização privilegiada, próximo à estação Ana Rosa, e que priorizou os espaços de convivência. A área externa conta com amenidades de um condomínio de alto padrão, como lounge, salão de festas, bicicletário, lavanderia compartilhada, espaço fitness, piscina e rooftop com vista para a cidade.

Os apartamentos compactos de dois dormitórios trazem o conceito “custom space”, possibilitando ao morador alterar a planta, a partir das características de cada família. “São as necessidades de quem vai viver ali que irão definir a melhor disposição do local. A configuração diferenciada dos quartos, por exemplo, oferece várias possibilidades para aproveitar bem o espaço disponível. O objetivo não é apenas estético, mas, principalmente, funcional. A meta é explorar todo o potencial da moradia, com conforto e praticidade”, diz o CEO.

 

 

Fonte: Exame

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *