Notícias Dia Interna

Anuncie aqui

Cinco dicas para quem quer comprar imóvel na planta

Adquirir a sua casa própria pode ser mais fácil do que parece

 

imóvel na planta
foto: Pixabay

 

Comprar na planta pode ser a primeira opção para quem está à procura de imóveis. A escolha se deve a uma série de benefícios. Ele é mais valorizado, as instalações são mais modernas, existe a possibilidade de adaptar o lugar de acordo com o próprio gosto, e claro, é mais em conta.

Entretanto, é preciso ficar atento a algumas questões antes de fechar o contrato, para ter a certeza de que a decisão será segura e não trará problemas no futuro.

O superintendente de marketing e inteligência de mercado, Lucas Araújo, separou as principais dicas para os leitores que querem comprar um imóvel na planta:

 

1. Conheça o projeto e os materiais de apoio

O melhor a se fazer no primeiro momento é visitar o decorado. Você terá uma visão mais concreta e clara de como o apartamento/casa que deseja comprar vai ficar. Assim, você pode analisar e estudar os materiais que serão usados.

Fique bastante atento aos elementos utilizados. Tire fotos, se for necessário, para comparar quando tudo estiver pronto. Visite o plantão de vendas do empreendimento, onde representantes da construtora estarão à disposição para esclarecer dúvidas e mostrar detalhes da obra.

2. Estude o custo-benefício

Estude a localização, o tamanho, o prazo de entrega e a qualidade da obra, o que o condomínio oferece e o valor da compra. Tudo isso implica no custo benefício do imóvel.

– Essa é uma análise que varia de imóvel para imóvel, mas é importante considerar as opções no mercado, o potencial de valorização e a destinação que você quer dar para a propriedade. Ou seja, se a sua família viverá nele ou se optará por alugar para terceiros – explica Lucas.

3. Pesquise o histórico da construtora e da incorporadora
A incorporadora é responsável por articular os negócios que envolvem o projeto, fazer as vendas, negociações, formalização de registros e documentos, enquanto a construtora efetivamente executa a obra nos moldes projetados.

-Há casos em que uma mesma empresa atua nas duas funções. Independentemente disso, você deve conhecer o histórico dos envolvidos no que se refere à opinião e satisfação dos clientes; qualidade das obras já entregues; saúde financeira; reputação da empresa no mercado e execução dos projetos anteriores – esclarece Lucas.

No caso das empresas de capital aberto na bolsa de valores, todas as informações financeiras e operacionais estão acessíveis ao público. Assim, torna-se mais fácil consultar a saúde financeira e o histórico da organização.

4. Analise o prazo de entrega
Fique alerta se a empresa que pretende contratar cumpre os prazos de entrega. É essencial que você saiba a data em que a construção ficará pronta.

Desse modo, você encontrará uma forma mais clara de fazer seu plano financeiro até a data de entrega da propriedade. Ah, as construtoras sempre estipulam um período de atraso. Leve isso em conta.

5. Verifique se o contrato contém cláusulas de garantia ou proteção
Jamais assine o contrato sem ler. Cada cláusula é importante e precisa ser analisada com atenção, pois são elas que asseguram os direitos e a proteção do comprador.

Nela deve conter prazo máximo da obra, incluindo a tolerância de atraso; consequências em caso de desistência do comprador; multas e penalidades para descumprimento de cláusulas; prazo para troca de materiais de má qualidade ou conserto de defeitos e garantia contra problemas estruturais de segurança.

Se algum desses itens não estiver estipulado, converse com os corretores para que possam resolver o problema.

E lembre-se: se não se sentir totalmente seguro, não finalize a compra.

 

Fonte: Pleno News


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *