Notícias Segurança Interna 01

Anuncie aqui

Contratação de fornecedores para o condomínio exige cuidados

Contratar fornecedores para o condomínio, seja na área de manutenção predial, reforma, conservação ou terceirização de mão de obra exige cuidado redobrado, sob pena de responsabilização do síndico por negligência, imperícia ou imprudência.

 

fornecedores para o condomínio

 

O alerta é da Lello, empresa líder em administração de condomínios no Estado de São Paulo.

O primeiro passo é conhecer a empresa, se possível visitando sua sede, e procurar obter referências de clientes anteriores para checar se ficaram satisfeitos com o serviço (veja dicas abaixo).

“O síndico precisa dedicar parte do seu tempo à análise criteriosa da empresa fornecedora que irá contratar. Esse cuidado é fundamental para que a qualidade do serviço não seja comprometida, garantindo a satisfação dos condôminos”, afirma Raquel Tomasini, gerente de Produtos e Serviços da Lello Condomínios.

Dicas para contratar sem sustos

 

  • É importante que o síndico não tenha como critério da escolha apenas o menor preço, o que pode comprometer a qualidade do trabalho e o prazo de entrega .
  • Exigir da empresa um contrato com a especificação detalhada de todos os serviços. É preciso deixar por escrito as datas de entrega das etapas da obra, conforme o planejamento prévio.
  • Contratar empresas que tenham funcionários registrados.
  • Dependendo do porte da obra contratada os síndicos devem exigir da empresa prestadora de serviços a indicação de um engenheiro civil responsável e a contratação de seguro de responsabilidade civil para obras, visando eventuais acidentes com visitantes ou moradores.
  • Em obras de grande porte também é recomendável a contratação de seguro de vida para os funcionários que vão trabalhar no condomínio.
  • Os síndicos também devem exigir cópias do contrato social da empresa e certidões negativas dos cartórios, Receita Federal e INSS.
  • É importante verificar se a empresa fornecerá os equipamentos de segurança para os funcionários que irão trabalhar na obra.

 

Fonte: Exame

 

Contratação de fornecedores para o condomínio exige cuidados

 


  1. Antonio Gomes da Silva disse:

    A administradora do meu condomínio paga para o síndico 13° porém na convenção do prédio especifica
    que sera paga até um salario minimo em sistema de PRO-LABORA (dessa forma o 13° terceiro não sera obrigatório o pagamento o devo fazer? Também na convenção cita que o síndico toma posse do cargo por 12 meses mas a administradora esta infringindo o regulamento e só convoca junto com o síndico assembleia a cada 24 meses o que devo fazer como condômino?
    Obrigado espero tirar as dúvidas.

    • Viva O Condomínio disse:

      Olá,
      O síndico não possui uma relação trabalhista com o condomínio, oferecendo apenas uma relação como autônomo. Desta forma deve-se ser analisada a convenção e o regimento interno do condomínio sobre o assunto; se estes forem omissos, consultar a ata da assembleia que instituiu a remuneração pró-labore, se ainda assim for omisso, deve ser colocado em pauta na próxima assembleia para decidir sobre o assunto, mas até lá, não é devido.

      Att
      L.F Queiroz Advogados Associados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *