Notícias Manutenção Interna

Anuncie aqui

Cuidados de manutenção predial no inverno

Publicado em: 31 de maio de 2022

Com a aproximação do inverno, que se inicia no 21 de junho, este se torna um período propício para pôr em prática as manutenções preventivas e corretivas, visando preparar o condomínio para esta estação do ano. 

 

inverno

 

Devido ao clima frio, a ocupação e circulação nas dependências externas diminuem, fazendo deste momento o ideal para obras e reparos. Contudo, a manutenção de inverno demanda das administradoras de condomínios ou síndicos atenção ao condomínio não apenas nas principais áreas externas (piscina, jardins, entradas e etc), mas também em algumas áreas internas do edifício).

Reparos na fachada do condomínio 

O inverno costuma provocar rachaduras, trincas ou fissuras nas fachadas das dependências durante a estação mais fria do ano, o inverno. A ocorrência desse processo se dá a movimentação de materiais, maximizando as mudanças de temperatura no decorrer do dia. Assim, é importante realizar a manutenção, a fim de evitar acidentes com os condôminos.

Manutenção da piscina

A circulação reduzida de moradores, em especial na área da piscina, torna o inverno a melhor época para realizar ajustes nesse local.

É preciso estar atento aos aspectos necessários para deixar a piscina de seu condomínio em perfeito estado:

  • Infiltrações e rachaduras: as baixas temperaturas do inverno faz com que apareça algumas rachaduras na fachada, cabendo ao síndico ou administrador solicitar uma inspeção técnica para que aconteça os reparos necessários;
  • Troca de rejunte ou azulejos: esta ação preventiva é econômica e pode ser feita para o acabamento da piscina. Auxilia na estética, funcionamento e na prevenção de acidentes nesta área de lazer;
  • Troca de bordas, pisos e decks: a espessura da nova borda da piscina deve acompanhar a do modelo antigo. Pisos e decks auxiliam na boa aparência e na segurança dos moradores;
Impermeabilização

A estrutura do local precisa ser impermeável, pois qualquer tipo de infiltração pode resultar em corrosão, danificando a pintura e o revestimento das paredes. É preciso estar atento a sinais como gotas, emboloramento nas paredes, regiões com manchas amareladas, avermelhadas ou até escuras devido à ferrugem.

O bolor atinge diretamente a saúde do morador. A impermeabilização do condomínio é uma tarefa complexa e deve ser realizada por profissionais capacitados.

Estrutura do prédio

Além do frio, o inverno também causa chuvas e ventos fortes, o que pode ser um problema caso o síndico não realize a vistoria completa nas áreas de seu condomínio, se atentando a:

  • Janelas;
  • Vidros;
  • Antenas;
  • Grades de proteção;
  • Telhas;
  • Para-raios
Jardins e paisagismo

Não podemos esquecer do paisagismo. Durante o inverno é comum aumentar a proliferação de pragas como cupins nas árvores, fazendo do inverno o período ideal para realizar a manutenção nos jardins. O gestor condominial também deve estar atento ao acúmulo de folhas e água parada, o que demanda uma limpeza periódica para evitar possíveis proliferações de doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti, por exemplo.

Cuidados em áreas internas

A instalação de gás demanda uma atenção especial durante essa época do ano, com temperaturas baixas. O frio faz com que os condôminos tomem banhos mais quentes, por isso a manutenção dos aquecedores a gás deve ser realizada periodicamente, em especial nos meses de inverno.

O morador deve comunicar ao gestor de seu prédio qualquer irregularidade. No período de baixas temperaturas é comum manter as portas e janelas fechadas, o que faz aumentar a emissão do monóxido de carbono, resultado de banhos em altas temperaturas. Apesar de inodoro e incolor, o gás pode ser fatal.

Deverá ser explicado nas assembleias que a implantação e manutenção dos canos de gás é de responsabilidade do condomínio, mas que os gastos são arcos pelos condôminos, baseados em critérios previstos nas convenções.

 

Fonte: Condo News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *