Notícias Decoração Interna

Anuncie aqui

Escolha o piso ideal para seu apartamento

Você está escolhendo o bairro perfeito para morar, pesquisou e visitou uma série de imóveis em Curitiba para comprar ou alugar até achar o ideal. São muitas as coisas que precisam ser decididas por quem está procurando um imóvel, certo?

Mas você sabia que quando você compra um apartamento novo, é você quem escolhe o piso dos cômodos? Sim! Além de todas as coisas que você tem para se preocupar, o chão também é literalmente por sua conta.

Escolher pisos para os imóveis até parece fácil mas não é uma tarefa tão simples quanto parece. Isso porque, além das opções que existem no mercado, nem todo tipo de piso combina com um determinado ambiente. Além disso, para acertar na escolha, o ideal é buscar um material que além de bonito, seja prático, durável e que esteja em equilíbrio com os demais itens de decoração. Algumas orientações básicas ajudam a esclarecer dúvidas para você acertar nas escolhas, impedindo futuros transtornos.

piso ideal

Vinílico

O piso vinílico é bastante procurado pelas pessoas, pois a sua instalação é rápida e se mantém numa   temperatura agradável independente de quantos graus está fazendo lá fora, isto é, não é um piso que esquenta muito no verão e nem fica gelado no inverno. O uso desse piso é perfeito para apartamentos, pois além do controle térmico, o piso não faz ruídos quando andam sobre ele, evitando o incômodo dos vizinhos. Porém, não é recomendada a aplicação em áreas externas, úmidas ou que tenham muito contato com água, como o banheiro por exemplo. Para banheiros, existem algumas linhas específicas para uso.

Os revestimentos vinílicos que imitam madeira ou outros tipos de materiais, vêm sendo muito utilizados nas construções atuais, apartamentos novos e até em reformas de casas, afinal basta trocá-los para que o ambiente fique de cara nova totalmente modernizado e aconchegante. Também são práticos na instalação, pois necessitam apenas de cola especial. Esse tipo de piso também pode ser descolado facilmente. É um piso que tem alta resistência ao tráfego intenso de pessoas, é antialérgico, absorve ruídos e normalmente não mancha ou risca com facilidade. Além disso, alguns modelos podem ser lavados com água, pois têm absorção completa.

 

Laminado

Laminados são um sonho para quem procura um piso lindo e aconchegante sem gastar muito e principalmente com instalação rápida e descomplicada. Mas como qualquer material, existem diversos fabricantes e linhas, e é preciso avaliar vários aspectos para escolher o mais adequado para sua casa.

Primeiro vamos entender melhor os tipos de laminados que existem no mercado. Há, por exemplo, aqueles que são colados ao contra-piso – o piso bruto da sua obra e os chamados flutuantes, que não precisam ser fixados ao chão.

Se você está pensando em mudar a cara de um ambiente que já tem outro piso fixo, pode aplicar o laminado flutuante sobre o antigo sem precisar quebrar nada e sem sujeira! As lâminas se encaixam por sistema macho e fêmea. Outros tipos precisam apenas de uma cola especial para fixar esse encaixe e pronto!

Os pisos laminados são indicados para quem mora nas regiões mais frias, pois apresentam um conforto térmico melhor em comparação aos pisos frios de cerâmica, por exemplo. Além disso, absorvem melhor os ruídos do ambiente quando comparada com pisos de porcelana. Nesse sentido, são melhores para quem gosta de ouvir música mais alta ou reunir muita gente pra conversar.

Mas atenção!

Se você quer instalar laminados em apartamento ou no andar de cima de um sobrado, se você e as outras pessoas da casa usarem calçados com saltos mais duros, seja feminino ou masculino, saiba que os ruídos dos passos são ampliados pelas réguas, ainda mais se forem flutuantes. Esse efeito é amenizado com a instalação de manta acústica sob as lâminas, mas não totalmente. O ideal é só usar pantufas, meias ou tênis no andar de cima.

As mantas são fundamentais para a qualidade e durabilidade do seu piso laminado, porém existem mantas para cada tipo de aplicação, ou seja, própria para os pisos térreos, não térreos, para os laminados aplicados sob outros tipos de piso e para aqueles que serão colocados no piso bruto. O ideal é verificar uma manta específica para a sua casa, para assim proteger seu laminado da umidade, por exemplo.

Outro cuidado é não molhar seu piso laminado, pois ele absorve menos água que a madeira bruta, mas também é sensível à água. Para limpar também evite água. Aspirador de pó, vassoura de cerdas macias e um pano levemente úmido bastam se você quer deixar seu piso limpo e protegido por anos.

O velho costume de encerar não é necessário em pisos laminados, por causa daquela película protetora que já dá brilho. Há ainda produtos específicos para preservar o brilho e ajudar a conservar. Nada de esfregar ou usar abrasivos para não danificar a película que o protege de riscos. Um pano levemente molhado com álcool já resolve quando aparecem manchas e sujeira mais fortes.

 

Porcelanato

A resistência e a versatilidade das peças são os principais atrativos do porcelanato. Há opções de acabamento polido e sem polimento, e de peças que imitam mármore, madeira e pedras, como as impressas em HD. O revestimento pode ser aplicado em todos os ambientes de casas ou apartamentos, porém é preciso obedecer as indicações de uso para os ambientes corretos. Não é indicado aplicar um porcelanato polido para o piso de um box no banheiro, por exemplo. Esse acabamento em contato com a água deixa o piso absolutamente escorregadio e muito perigoso. Para áreas externas, é necessário escolher um porcelanato com rugosidade, também para evitar que fique escorregadio em contato com a chuva.

No mais, o porcelanato não acumula ácaro e tem manutenção simples, bastando a limpeza com pano úmido e detergente neutro. Por se tratar de um material frio, a desvantagem fica por conta do conforto térmico reduzido na comparação com outros tipos de revestimento. Mas se você mora em uma região quente, isso não é problema. O ideal é usar o mesmo material na sala e na cozinha para dar unidade ao ambiente. Fica show!

 

Carpetes

Feito de vários materiais como lã, nylon e polyester ele tem como grande vantagem o conforto térmico e acústico, bem como a beleza das tramas.

O revestimento, no entanto, perde para outros pisos no que se refere à necessidade de manutenção mais constante e aos problemas alérgicos que podem ser desencadeados ou agravados pelo revestimento. Além de que o carpete é bem mais difícil de limpar do que um porcelanato ou um piso de madeira, em que um pano úmido já é suficiente para deixar tudo limpinho.

 

Portanto, seja na hora de comprar um imóvel em Curitiba, ou de alugar o apartamento na capital paranaense ideal para você, o piso é outro elemento que merece atenção especial.

 

Leia mais: Posição do apartamento: como escolher entre sol da tarde ou da manhã?

 

Fonte: Chaves na mão

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *