Notícias Dia Interna

Anuncie aqui

Horta, reutilizar água e mais: Veja dicas para ter um condomínio mais verde

Publicado em: 26 de julho de 2022

Com a verticalização das cidades, as áreas verdes vêm diminuindo e os jardins das casas estão dando lugar a pequenos vasos de planta nas janelas dos apartamentos.

 

condomínio

Mas, apesar do espaço limitado, uma série de ações sustentáveis podem ser incorporadas ao cotidiano de quem mora em condomínio. Para a arquiteta e urbanista Laís de Morais, “cada um pode e deve começar a cuidar do planeta a partir da sua casa, até porque a coletividade também começa no indivíduo”. Laís e diretora de marketing e inovação da Lello Condomínios, Angélica Arbex, dão dicas para transformar os condomínios em ambientes mais sustentáveis.

1. Uso consciente da água

A primeira coisa a se pensar é como consumimos os recursos que temos, por exemplo, o uso consciente da água na hora do banho, ao escovar os dentes e em outras tarefas domésticas. É uma ação simples, mas que pode ter um efeito significativo a longo prazo.

2. Consumo econômico de energia

Ligar as luzes e os eletrodomésticos e eletrônicos somente quando for usar é uma maneira de economizar energia. Além disso, substituir lâmpadas de menor consumo é uma ótima alternativa para o meio ambiente e para a conta de luz no final do mês. Se você colocar no papel, vai perceber a diferença e a economia.

3. Comprar com propósito

Pensar no ciclo de vida de tudo o que colocamos em nossa casa pode contribuir para a diminuição da produção de lixo no planeta. Para isso, saber até quando vamos utilizar e, depois que não servir mais, repassar a outra pessoa para uso. É de fato uma cultura de cuidado comigo e com o outro que tem que ser cultivada.

4. Coleta Seletiva

Fazer a separação correta do lixo é o primeiro passo para um sistema de coleta seletiva funcionar, pois no processo de reciclagem é imprescindível a limpeza dos materiais que serão reciclados. Dentro de um condomínio fica bem mais fácil controlar os processos e a sistematização da coleta seletiva, além de organizar para onde esse material será destinado como, por exemplo, fazer parcerias com cooperativas de reciclagem e/ou ONGs e coletivos para recolhimento desse material. Essa ação pode ajudar a transformar o lixo em fonte de renda para outras pessoas.

5. Sistema de energia solar

Nos condomínios, moradores e síndicos podem aderir a um sistema de energia solar para diversificar a matriz energética. A utilização de placas solares é um investimento a longo prazo. Além de ser um instrumento sustentável, auxilia na economia da conta de luz.

6. Reciclar a água para uso nas áreas comuns

O uso de cisternas, para captação e armazenamento da água da chuva, é economicamente sustentável e seguro. Essa água pode ser utilizada para o uso nos jardins e limpeza das áreas comuns do condomínio. Outra opção é também reaproveitar a coleta da chuva para uso doméstico.

7. Hortas

As hortas urbanas são tendência! Elas podem ser plantadas na área externa do condomínio ou até mesmo dentro de casa. O benefício de ser comunitária é a possibilidade de ter mais opções de alimento, além de ser um ambiente de integração entre vizinhos. As crianças costumam adorar o momento de cuidado com as plantinhas e o alimento é mais saudável.

Agora que você já sabe algumas dicas, pode sugerir no prédio onde mora e compartilhar com outras pessoas. Não são todos os condomínios que possuem a mesma estrutura para as mesmas ações. Porém, o leque de opções é enorme e a coletividade pode decidir em assembleia o que cabe melhor para o cotidiano de cada morador e quais alternativas podem ser de responsabilidade da construtora do prédio.

“O perfil urbano vem se modificando e estabelecendo um padrão de moradia verticalizado há algum tempo. Um fenômeno que acompanhou essa tendência foi a criação de condomínios. Numa visão de cidade, o condomínio demanda muito mais da estrutura urbana e de seus recursos, por isso é importante pensar que esse modelo de moradia seja o mais sustentável possível”.

Pesquise sobre cooperativas de coleta seletiva em sua cidade e comece a aplicar algumas pequenas ações no dia a dia. Limpar os resíduos dos materiais recicláveis, separar o lixo, substituir materiais de maior consumo de energia por menores, plantar algumas mudas de horta e cultivar áreas verdes são algumas delas. Você contribui para o cuidado com o planeta e ajuda na fonte de renda de outras pessoas.

 

 

Fonte: Ecoa Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *