Notícias Manutenção Interna

Anuncie aqui

Infiltrações: a falta de racionalidade do síndico aumenta os prejuízos

Publicado em: 14 de março de 2022

As chuvas que causam danos aos telhados e fachadas dos edifícios acarretam infiltrações nos apartamentos, salas e lojas, que se agravam quando, de maneira ilógica e ilegal, o síndico deixa de tomar providências urgentes para sanar a origem do problema.

Infiltrações: a falta de racionalidade do síndico aumenta os prejuízos

 

Essa inércia pode impossibilitar a moradia, acirrando conflitos a ponto de resultar em processos judiciais demorados e onerosos.

O mais espantoso é a má-fé da administração e de alguns condôminos que ignoram o direito do vizinho e de sua família residirem num local sem goteiras, mofo, mal cheiro, sendo comum terem que desocupar o apartamento para preservarem a saúde.

Diante da demora na solução da adversidade, que causa aflição, sofrimento, humilhação, ansiedade e danos psicológicos aos moradores, o Poder Judiciário tem condenado os condomínios a realizarem a obra, a indenizarem os prejuízos causados no imóvel (nova pintura, pisos, móveis, aparelhos eletrônicos, etc), a pagarem as custas processuais, perícias, honorários advocatícios, bem como a arcarem com os danos morais para cada um dos autores da ação. Tal condenação tem caráter educativo e estimula a honestidade e o respeito.

SE NÃO QUER TRATAR DOS PROBLEMAS, NÃO SEJA SÍNDICO

Há pessoas que não desejam solucionar conflitos e assim “fogem” quando são procuradas por condômino desesperado, diante do cenário de destruição que se instalou em seu apartamento. Essa atitude não é compatível com a função de síndico, tendo este direito de buscar a orientação de um advogado especializado, pois, assim, economizará e evitará conflitos.

O resultado da falta de preparo de alguns síndicos acarreta prejuízos elevados, como no caso de um apartamento na zona sul de BH que ficou anos sem poder ser utilizado. O condomínio, ao ser condenado, foi obrigado a arcar com mais de R$ 450 mil, pois teve que indenizar os aluguéis, taxa de condomínio e IPTU, bem como refazer as paredes, pisos, armários danificados pela infiltração do telhado. Se o condomínio tivesse agido com respeito e celeridade teria gasto apenas R$ 40 mil.

DIREITO DE TER SUA PROPRIEDADE RESPEITADA

Mais de 40% das ações movidas por proprietários que sofreram danos decorrentes de infiltrações são causadas pela postura inconsequente do síndico e poderiam ter sido evitadas se este, simplesmente, realizasse a reforma de imediato. Irracionalmente, alguns condomínios contratam advogados (cujos honorários e perícias são pagos por todos os condôminos) para debater sobre o óbvio, sua responsabilidade, gerando prejuízos ainda maiores.

Fere a lei a postura da assembleia alegar falta de recursos, pois cabe aos condôminos aprovarem a taxa extra, sendo a obra obrigatória. Ao escolher um profissional ou empresa, o maior erro dos condomínios é optar pelo mais barato, pois em vários casos, o serviço acaba tendo que ser refeito, afinal, deve-se contratar um profissional de qualidade, e nunca o profissional mais barato. Síndico atencioso evita problemas e melhora a convivência.

 

 

Fonte: Hoje em Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *