Notícias Dia Interna

Anuncie aqui

Início do ano é ótima oportunidade para acompanhar o trabalho da gestão do condomínio

Publicado em: 5 de janeiro de 2022

Começo de ano é época das Assembleias Gerais Ordinárias (AGO). Ótima oportunidade para o condômino acompanhar a gestão e participar ativamente.   

 

Início do ano é ótima oportunidade para acompanhar o trabalho da gestão do condomínio

 

Há quem diga que o “esporte” preferido do brasileiro é reclamar. Tratando-se, então, da coletividade que morar em condomínio exige, falar mal de determinadas situações é algo ainda mais corriqueiro.

O valor da taxa condominial que está alta, os custos para o término da obra que não são bem explicados e motivam discussões, ou o síndico que não interfere da forma que deveria em questões do cotidiano do condomínio.

Todas essas são situações que fazem parte da rotina de condôminos e síndicos. Mas na hora de fazer alguma coisa, ou como falamos “botar a mão na massa”, muitos moradores se ausentam.

Uma pena, já que é nesta fase do ano, no primeiro trimestre, geralmente, que os condôminos têm a possibilidade de fazer valer o seu papel operante junto à atuação do síndico.

Entre os meses de janeiro e dezembro, a maioria dos condomínios organizam suas Assembleias Gerais Ordinárias (previsão orçamentária, prestação de contas e eleição do síndico).

 

Veja o nosso documento com informações sobre Assembleia Geral

 

Se o morador acha que a taxa condominial está fora da realidade, deve comparecer à assembleia para participar do debate sobre a previsão orçamentária para o ano que decorre.

 

Na oportunidade, o condômino poderá solicitar certidões negativas de ações cíveis, comprovante de pagamento de tributos, notas fiscais de serviços realizados, balancetes e orçamentos de obras realizadas no ano anterior.

Se na assembleia de prestação de contas ficarem muitas dúvidas sobre os valores demonstrados, faltar clareza acerca dos gastos dispensados, ou indícios de pouca transparência em contratos de prestadores, é recomendável que nada seja aprovado até que novos documentos sejam apresentados e os questionamentos sejam sanados.

 

Lembre-se que mais do que o empecilho de uma reunião, aprovar as contas do condomínio em inconformidade é prejudicial à coletividade.

 

Fiscalizar a administração do condomínio não é apenas um direito de todo o condômino como um dever, já que estamos falando de um ambiente coletivo, onde um mau mandato por parte do síndico pode acarretar problemas para todos.

 

Por: Guilherme de Paula Pires
Redação Viva o Condomínio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *