Notícias Decoração Interna

Anuncie aqui

Jardim vertical: como fazer e em quais ambientes da casa

Publicado em: 20 de junho de 2022

Na varanda, no banheiro ou na sala, o jardim vertical traz beleza a qualquer ambiente e é uma opção para quem quer plantas em apartamento

 

Piada comum é comentar que chegar na vida adulta é ir ao supermercado fazer a feira do mês e voltar com o carrinho cheio de plantas. Brincadeiras à parte, o que é realidade é que muita gente tem optado por trazer a natureza para perto do convívio diário. Ter um jardim em casa é uma forma de estar próximo do verde mesmo dentro de um imóvel. Opção que ganha cada vez mais adeptos é o jardim vertical, que confere elegância a qualquer ambiente.

Além da beleza, ter um jardim vertical em casa traz outros benefícios. “Desde a proximidade da natureza, que traz aconchego e purifica o ar, até questões térmicas. É uma alternativa perfeita e de simples cuidado para apartamentos e espaços menores, pois aproveita verticalmente as paredes”, ressalta o arquiteto e paisagista Cezar Scarpato, do escritório Scarpato Arquitetura Paisagística.

Jardim vertical em apartamento

Outra vantagem é a versatilidade do jardim vertical. “Existem diversas formas de compor uma parede verde, seja uma prateleira com vasos, treliças para fixar as plantas ou vasos, ou quadros. Os materiais também são diversos, como aço, ferro, concreto, cerâmica, madeira”, detalha o arquiteto.

Porém é preciso tomar cuidados, como deixar levemente afastado da parede para evitar umidade e infiltração. “Pensar na irrigação também é essencial, seja através de um sistema automático ou manual. Para jardins maiores, o sistema automático é o mais indicado”, exemplifica.

Ainda deve-se atentar para as espécies.  “Ele é composto por espécies vivas que precisam de cuidados para se desenvolver bem. Assim, paredes que recebem pouca luminosidade devem ter espécies de sombra. O ideal é optar por uma parede que receba iluminação natural, mas que não tenha uma exposição exagerada à luz solar. É essa luminosidade do ambiente que vai determinar as melhores espécies”, complementa.

Escolha da parede

Seja na sala, banheiro ou varanda, é importante escolher bem em qual parede o jardim vertical vai ficar. “Deve-se considerar a carga que ela suporta, isso porque a estrutura pode ser leve, mas soma-se a ela o peso das espécies escolhidas, terra e água. Além disso, é importante considerar a existência de um ponto hidráulico, em alguns casos”, diz Scarpato.

Já em relação à manutenção, ela é simples. “Se dá principalmente com a poda das espécies, tirando folhas e galhos secos. Também é importante pensar na adubação, que ocorre junto com a irrigação, ou então com substratos que já vem com adubos”, conclui.

 

 

Fonte: Zap Imóveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *