Notícias Manutenção Interna

Anuncie aqui

Manutenção elétrica em condomínios: Cuidados ao contratar um eletricista

Se você mora em um condomínio, já foi sindico ou trabalhou no conselho administrativo, conhece bem as dificuldades de encontrar no mercado um bom eletricista para manutenção elétrica

Manutenção elétrica em condomínios: Cuidados ao contratar um eletricista

Geralmente esses profissionais são contratados por indicação, alguns já prestam serviço a mais de 20 anos e nunca ocorreu nenhum problema. Quando ocorre sempre existe uma boa resposta.

Meu objetivo, não é criticar os eletricistas, mas sim as pessoas que se dizem eletricistas, por terem aprendido a ligar uma tomada e um circuito de iluminação e que se dizem eletricistas.

Responsabilidade solidária

Em condomínios o que mais encontro são gambiarras com elevado potencial de incêndio, muitos que se dizem eletricistas, nunca fizeram um treinamento na área elétrica e acabam colocando em risco toda segurança da edificação.

Quando um sindico contrata um profissional ele deve avaliar se ele está preparado para realizar a atividade solicitada.

Uma dica é você fazer algumas perguntas para esse profissional, tais como:

  •  Quais cursos de eletricidade você já fez?
  • Quando foi que você realizou o seu último treinamento?
  • Se for construir um sobrado, você faz sem projeto? Caso tenha o projeto você executa ele?

Para trabalhar com instalação elétrica é necessário ter treinamentos específicos que lhe permitem dimensionar corretamente a edificação avaliando os risco.

Bons profissionais sabem da importância de um projeto elétrico e jamais iriam executar algo, no qual, pudesse colocar a segurança do cliente em risco.

Cabe destacar que em caso de acidente o síndico responde na esfera civil, principalmente se for negligente durante a sua contratação.

Realidade dos condomínios

Na maioria dos condomínios quando é necessário em fazer uma manutenção elétrica o que se pensa é no valor que vai ser gasto. Poucos moradores se preocupam com a qualidade do que vai ser feito, tendo uma visão de médio ou longo prazo.

Isso se reflete nas contratações, geralmente os prestadores de serviço que fazem reforma elétrica, são pessoas que trabalham sem carteira assinada, como autônomos.

A situação se agrava ainda mais nos condomínios onde os síndicos solicitam ao zelador fazer pequena manutenção elétrica. É um grande desvio de função, considerando que esse profissional não tem conhecimento de eletricidade e não recebe periculosidade.

Algum condomínios ao tentarem contratar uma empresa, irão se deparar com outro desafio. A grande diferença nos orçamentos. Contratar uma empresa não é garantia de qualidade, muitas acabam contratando profissionais sem experiência para poderem reduzir o salário.

Em alguns casos de maneira mais negligente algumas empresas acabam ofertando os materiais elétricos no orçamento, teoricamente isso facilita a vida do síndico. Na prática, algumas cobram o valor de um produto de boa qualidade e instalam um de péssima qualidade.

O que fazer então?

Minha dica para você é a seguinte, pesquise as empresas antes de contratar. Peça referências, avalie qual a formação da equipe e opte por comprar o material. Peça que ele especifique um produto de boa qualidade.

Lembre-se que o número de incêndios nos edifícios tem aumentado cada vez mais. Os equipamentos atuais possuem um elevado consumo de energia, isso acelera a degradação dos cabos e demais equipamentos elétricos.

Não brinque com essa triste realidade. A negligência dos outros profissionais não justifica a sua negligência, caso ocorra um acidente.

Eventualmente contrate um técnico ou engenheiro para fazer uma análise crítica da sua edificação. Esses profissionais possuem um conhecimento mais amplo sobre dimensionamento e projeto, podendo identificar outras situações de risco.

 

 

 

Fonte: Pericia Elétrica


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *