Notícias Manutenção Interna

Anuncie aqui

Manutenção elétrica pode reduzir custos e evitar tragédias em condomínios

Tanto nas unidades privativas quanto nas áreas comuns, a manutenção elétrica é uma questão indispensável para a segurança dos moradores, trabalhadores e demais pessoas que circulam pelo condomínio.

 

Manutenção elétrica pode reduzir custos e evitar tragédias em condomínios

Para passar algumas dicas práticas, o Viva o Condomínio entrevistou a gerente comercial da empresa NQ Elétrica, Roberta Silva, para passar algumas informações úteis para procedimentos de segurança e economia de energia elétrica nos condomínios.

Viva o Condomínio: Quais os riscos da falta de manutenção elétrica nos condomínios?

NQ Elétrica: Superaquecimento de equipamentos, aumento de gasto com energia elétrica e manutenção corretiva, além do risco de incêndio em decorrência de um curto circuito.

VC: Qual a responsabilidade do síndico?

NQ: Cabe ao síndico contratar uma empresa qualificada e especializada para fazer uma vistoria periódica, conforme a idade do prédio, na rede elétrica da área comum do condomínio.

VC: Existem sinais de que o prédio precisa de manutenção?

NQ: Sim. Desligamento constante de disjuntores; oscilação de energia; queima constante de equipamentos, como bombas d’água e lâmpadas. Além disso, fiações expostas (o que pode ocasionar um choque elétrico).

VC: Quais medidas de prevenção o condomínio deve tomar?

NQ: Contratar uma empresa especializada e habilitada para fazer manutenção elétrica preventiva. Na hora da seleção, vale observar se os profissionais são habilitados nas certificações: NR10 (norma de segurança técnica); NR35 (norma para trabalho em altura); NBR5410 (norma que determina condições e regras para instalações elétricas). Além disso, a empresa contratada precisa ter o PCMSO (Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional) em dia, e também o PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais), com todos os documentos dentro da data de validade, pois alguns cursos têm data de validade (como por exemplo a NR10 e a NR35). A empresa também precisa do alvará de funcionamento. É de responsabilidade do contratante (no caso do condomínio, é do síndico) exigir a documentação, pois caso ocorra algum problema, como uma queda de altura do prestador de serviços (que não tem a NR35, por exemplo), o acidente é responsabilidade de quem o contratou.

VC: Moradores geralmente não sabem como agir em casos de incêndio. Além de divulgar os métodos de prevenção, o que pode ser feito caso haja uma emergência?

NQ: Nas áreas comuns do condomínio, é recomendado deixar bem visíveis informações como: número do corpo de bombeiros, localização de hidrantes, extintores de incêndio e saída de emergência.

Diante do pânico, os moradores se desesperam e tomam medidas que podem agravar ainda mais a situação.

Em caso de emergência, a recomendação é ligar para o corpo de bombeiros; acionar a chamada de emergência; manter-se em lugar visível para que possa ser socorrido pelos bombeiros. Em hipótese alguma pegar o elevador, pois em caso de incêndio, há o corte de energia e a vítima pode ficar presa.

VC: É possível economizar na conta de energia elétrica através da manutenção preventiva?

NQ: Sim. Através da manutenção preventiva é possível encontrar diversas soluções. Nossa empresa desenvolveu o filtro capacitivo, que protege e otimiza a rede elétrica local contra distorções causadas por surtos, gerando qualidade na energia elétrica e, por consequência, maior desempenho e durabilidade de equipamentos.

Com a instalação do filtro capacitivo, a energia circulante dentro do condomínio torna-se mais eficiente e a rede fica protegida de descargas elétricas e das correntes harmônicas indesejadas, pois elas são as responsáveis pelo aumento no gasto com energia elétrica e consequentemente redução da vida útil de equipamentos, como bomba d’água e lâmpadas. Ao instalar o filtro capacitivo, a energia chega limpa até rede elétrica do condomínio, reduzindo de 8 a 20% o consumo mensal.

 

Confira também nossa live realizada no Instagram:

 

 

Por: Redação Viva o Condomínio

Agradecimento: Roberta Silva – NQ Elétrica


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *