Notícias Dia Interna

Anuncie aqui

Manutenção preventiva das edificações é tema de seminário

O portal Viva o Condomínio e a Associação dos Condomínios Garantidos do Brasil (ACGB/Vida Urbana) apoiam esse projeto por entender que a manutenção preventiva é o caminho para trazer mais segurança e bem-estar às pessoas.

 

Manutenção preventiva das edificações é tema de seminário
Manutenção preventiva das edificações é tema de seminário

 

A Associação Brasileira de Engenheiros Civis – Departamento do Paraná (ABENC/PR), por meio de seu presidente Gilson Fernando Gomy de Ribeiro, voltou a se posicionar a favor da aprovação do projeto de lei que dispõe sobre a realização de vistorias técnicas periódicas e a manutenção preventiva das edificações no âmbito do município de Curitiba.

Segundo Gomy, o referido projeto tem por objetivo principal trazer mais segurança aos moradores de condomínios por meio da manutenção preventiva das edificações, evitando desastres como o que ocorreu no Largo do Paissandu, em São Paulo.

O presidente da ABENC/PR lembra ainda que legislação no mesmo sentido já se encontra sancionada em cidades do Brasil como Fortaleza, Salvador, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

Tramitando na Câmara Municipal de Curitiba desde 2013, por iniciativa do Vereador Tico Kuzma e desde 2016 com a ABENC/PR liderando um Grupo de Trabalho representando diversas áreas de nossa engenharia, o estudo já foi alvo de diversas reuniões entre entidades que se dedicam a estudar o tema. Inclusive a assessoria jurídica do CREA/PR, em março de 2018, julgou que a referida proposta se apresentava dentro da legalidade e juricidade do referido Conselho.

O próximo passo, agora, é voltar a cobrar o retorno da discussão sobre o projeto aos vereadores de Curitiba. Pensando nisso, e com o objetivo de trazer mais esclarecimentos quanto à natureza da proposta, será realizado entre os dias 13 e 14 de setembro, no Instituto de Engenharia do Paraná (IEP), Rua Emiliano Perneta nº 174, no auditório localizado no 2º andar, o 1º Seminário Sobre a Segurança das Edificações de Curitiba. As inscrições serão gratuitas e deverão ser feitas pelo site do próprio IEP.

 

Veja abaixo a programação do evento:

 

13/09/2018, quinta-feira

 

19h às 19h45

 

Palestrante: Capitão do Corpo de Bombeiros, Marcelo Godoy da Silva. Tem o curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar do Paraná. Bacharel em direito. Participou internamente de cursos de segurança contra incêndios.

 

Tema: Mudança no processo de fiscalização desenvolvido pelos integrantes do Corpo de Bombeiros que, com a sanção da Lei Estadual 19.449 de 05/04/2018, passarão a exercer o poder de polícia.

 

Debate

 

19h45 às 20h45

 

Palestrante: Engenheiro Civil Marcelo Alexandre Solera. Coordenador Técnico da COSEDI (Comissão de Segurança de Edificações e Imóveis da Prefeitura Municipal de Curitiba). Técnico em edificações pelo CEFET-PR (1994). Graduado em engenharia civil pela PUC-PR (2001). Tem especialização em patologia nas obras civis (2010) e engenharia de edificações, meio ambiente e saneamento (2015). É coordenador técnico da COSEDI desde 2013. É mestrando em gestão ambiental e docente pelo Instituto Brasileiro de Ensino e Desenvolvimento Socioambiental-IBEDS.

 

Tema: “Riscos Estruturais Iminentes em Edificações e Imóveis”. Atribuições da COSEDI e a importância do trabalho técnico de avaliação e identificação de riscos estruturais em edificações e imóveis.

 

Debate

 

20h45 às 21h – Intervalo para café

 

21h às 22h

 

APRESENTAÇÃO DE “CASES” SOBRE EDIFICAÇÕES DE CURITIBA

 

Apresentadores:

 

Engenheiro Civil José Rodolfo de Lacerda: Professor aposentado da UFPR. Foi responsável pela disciplina “Pontes” no curso de graduação e pela disciplina “projeto de pontes” no curso de pós-graduação. É diretor titular do escritório técnico José Rodolfo de Lacerda Engenharia Estrutural e engenheiro projetista de obras de arte especiais (ENPLAN).

 

Engenheiro Civil Rui Medeiros: Professor aposentado da UFPR, onde lecionou as disciplinas “patologia e recuperação de estrutura”, “estruturas de edifícios” e “concreto protendido” É diretor da empresa Estruturas de Concreto Rui Medeiros Ltda.

 

Debate

 

22h: Encerramento do primeiro dia do evento

 

14/09/2018, sexta-feira

 

19h às 20h45

 

APRESENTAÇÃO DO PROJETO DE LEI

 

Apresentador: Engenheiro civil Emerson de Mello: Graduado pela UFPR, perito judicial de engenharia. Foi presidente do IBAPE/PR de 1999 a 2001, e hoje é vice-presidente de comunicações do IBAPE nacional. É professor titular de inspeção predial no curso de pós-graduação de perícias de engenharia (Keynes). É diretor-técnico da Vento Sul Engenharia e Consultoria Ltda; desde 1994. Colabora na elaboração de Normas de Inspeção Predial e na revisão da Norma de Perícias na Construção Civil.

 

Apresentação do projeto de lei elaborado por Grupo de Trabalho, especialmente convocado pela ABENC/PR para reformular e complementar trabalho iniciado pelo Vereador Tico Kuzma. O projeto de lei em pauta torna obrigatória a realização de vistorias técnicas periódicas e inspeções prediais, caso comprovada a necessidade de realização dessas últimas, nas edificações, nas obras de arte e nas obras de infraestrutura urbana da cidade de Curitiba.

 

– Debate

 

20h45 às 21h – Intervalo para café

 

21h MESA REDONDA

 

Coordenador: Prof. Rui Medeiros

 

Mediadores:

– Engenheiro civil Emerson de Mello

– Arquiteto e Engenheiro de segurança Jacson Paulo Tessaro

– Engenheiro civil e advogado Nelson Kuhn Denes Filho

 

Objetivo: discussão e análise das sugestões que vierem a ser apresentadas pelos presentes, para fazerem parte da regulamentação do projeto de lei em referência.

 

22h – Encerramento do evento.

 

Por: Guilherme de Paula Pires

Redação: Viva o Condomínio

 

Em respeito à Lei de Direitos Autorais (Lei 9.61098), este conteúdo pode ser copiado e compartilhado, desde que sejam citados o autor e a fonte original. O plágio é proibido e passível de punição, de acordo com o artigo 184 do Código Penal, que prevê pena de três meses a um ano, ou multa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *