Notícias Manutenção Interna

Anuncie aqui

Manutenção preventiva e periódica é fundamental para evitar acidentes

Manutenção preventiva: cabe ao fabricante do elevador aferir problemas no equipamento.

Manutenção preventiva

A manutenção periódica nos elevadores é essencial para a preservação e para o bom funcionamento dos equipamentos. Por isso, todo cuidado é pouco e o melhor é prevenir para evitar algum tipo de acidente. “É nesse momento que o técnico realiza a verificação de uma série de itens responsáveis, inclusive, pela segurança dos usuários, indicando, quando necessário, a troca preventiva de peças”, explica Fernando Mansur, gerente da filial Minas Gerais da Atlas Schindler.

Sobre o uso diário do elevador, Fernando faz algumas observações. “É preciso respeitar o limite de carga do elevador, pois, além de comprometer a segurança dos usuários, essa ação poderá gerar o desgaste prematuro dos componentes. Também é preciso avaliar o funcionamento de interfones e alarmes, informando a empresa de assistência técnica sobre possíveis falhas. É bom lembrar que essa é a primeira comunicação do usuário com a portaria no caso de ocorrer alguma emergência.”

Fernando também aconselha a utilizar o acolchoado de proteção quando for transportar objetos, principalmente em mudanças, para evitar danos. “Mantenha as condições adequadas de operação do equipamento. Eliminando interferências como infiltração de água suja no poço, na casa de máquinas ou mesmo nos andares.”

CAPACITAÇÃO

Segundo ele, a Atlas Schindler oferece aos clientes uma equipe de técnicos treinados e especializados para realizar a manutenção mensal. Sobre essa manutenção preventiva ele diz que é importante se certificar de que ela ocorra a cada mês. E que seja feita por técnicos capacitados pelo fabricante. Na ocasião da manutenção, é indicado que a mesma seja devidamente sinalizada com placas no próprio equipamento.

“A manutenção periódica deve ser feita conforme orientações do fabricante do elevador, inclusive com a inspeção dos freios de segurança e do limitador de velocidade, com a necessária aferição dos mesmos. É importante que o contrato de manutenção seja mantido com empresa idônea, que ofereça adequada estrutura de atendimento, equipe de técnicos treinada, engenheiro responsável, atendimento 24 horas, além de registro no Conselho Regional de Engenhariae Agronomia (Crea), licença dos órgãos de fiscalização, prefeitura e procedência de acordo com as normas técnicas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Fonte: Estado de Minas, Lugar Certo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com