Notícias Segurança Interna 01

Anuncie aqui

Moradores precisam ajudar na segurança diária do condomínio

Segurança no condomínio requer compromisso de todos, inclusive dos moradores. Veja algumas ações que você pode tomar no seu cotidiano

 

Moradores precisam ajudar na segurança diária do condomínio

 

A sensação de segurança que morar em um condomínio proporciona é, sem dúvida, um dos motivos que levam tantas pessoas a buscar essa opção de moradia.

Mas as ações de precaução não são apenas atribuições de síndicos e funcionários. Como frisamos anteriormente, a Segurança dentro do condomínio depende da ação diária de todos.

Por isso, dando continuidade ao nosso especial sobre segurança e ação humana, falamos agora dos deveres dos condôminos.

 

Veja outros artigos relacionados ao tema:

Os disfarces mais usados por assaltantes de condomínios

Dicas de segurança para síndicos

Veja o nosso formulário com mais algumas dicas de segurança

 

1– É de suma importância que os moradores cumpram as normas estabelecidas no regimento interno e na convenção do condomínio em relação ao tema.

 

2Não recrimine os funcionários de portaria e vigilantes que cumprem à risca as instruções passadas a eles por síndicos e superiores. Além de deselegante é preciso entender que o cumprimento de determinadas regras é infinitamente mais valioso que um condomínio a mercê de criminosos.

 

3Participar sempre das assembleias e caso não possa comparecer em todas, dar prioridade para aquelas que tratam do tema segurança.

 

4– Não fique incomodado quando o porteiro solicita que você desça para pegar as suas encomendas. É para sua própria segurança.

 

5- Procure comunicar o porteiro com antecedência sobre entrega de encomendas. Dessa maneira você não deixa em dúvida o funcionário quanto à presença de estranhos na portaria.

 

6– Ao entrar ou sair do condomínio fique atento ao movimento nas imediações do edifício e verifique se o portão foi fechado corretamente.

 

7 Observe o sistema de iluminação interna do condomínio e das proximidades, em locais públicos. Uma região bem iluminada inibe a ação de assaltantes.

 

8 Procure conhecer seus vizinhos e conversar sobre o assunto. Combinem medidas de comunicação em casos de emergência como piscar as luzes, telefonemas e outros.

 

9Evite o uso de adesivos em carros. Principalmente aqueles que identificam o número de familiares que habitam a residência.        

 

10– E, por fim, confie na tecnologia e na eficácia dos sistemas de segurança, mas procure fazer a sua parte. É inegável que os modernos artefatos ajudam bastante no cotidiano do condomínio. Mas se cada um não fizer a sua parte, de nada adianta os gastos dispensados.

 

Por: Guilherme de Paula Pires

Redação Viva o Condomínio

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *