Notícias Dia Interna

Anuncie aqui

Saiba como fazer assembleias produtivas

Publicado em: 23 de fevereiro de 2021

Uma das coisas que chama à atenção, porém, é a baixa frequência dos moradores nessas assembleias
Saiba como fazer assembleias produtivas

O primeiro trimestre do ano é sempre marcado pela temporada de Assembleias Ordinárias na maioria dos condomínios e loteamentos. Nessas importantes reuniões são tratados assuntos como Prestação de Contas, Previsão Orçamentária, Eleição de Síndicos e Diretorias, Sorteio de Garagens, etc.

Uma das coisas que chama à atenção, porém, é a baixa frequência dos moradores nessas assembleias. Isto se deve, em grande parte, às extensas pautas, ao longo tempo de duração delas e também aos conflitos durante essas reuniões.

Então, para que as assembleias sejam produtivas é necessário que o síndico e a administradora do condomínio se preparem bem e com boa antecedência. Abaixo sugerimos quatro dicas para que as assembleias sejam eficazes:

  1. Colocar em pauta somente os assuntos pertinentes às assembleias ordinárias
    Muitos síndicos acabam cedendo à pressão de alguns moradores e levando assuntos que poderiam ser discutidos em outras assembleias, como as extraordinárias. Excesso de pauta faz com que o tempo da assembleia seja muito longo, invariavelmente.
    Por isso, o síndico deve se ater aos assuntos principais como Prestação de Contas, Previsão Orçamentária, e, se for o caso, Eleições. Essas pautas, por si só, já são demasiadamente extensas dependendo do tamanho do condomínio.
  2. Elaborar o Edital de Convocação de modo inteligível
    Para que os condôminos saibam exatamente qual será o seu papel na assembleia é preciso que o edital seja escrito com bastante clareza.
    Por exemplo, uma das questões que mais causa morosidade às assembleias são os conflitos gerados logo na chegada dos moradores para assinar a lista de presença. Muitos que comparecem não são os proprietários e na maioria das vezes estão sem o documento de representação (procuração) adequado. Informações bem escritas, de preferência validadas por um advogado, ajudará a eliminar possíveis desentendimentos.
  3. Enviar os documentos relativos às pautas juntamente com o edital de convocação.
    Essa boa prática de gestão tem se mostrado eficiente na medida em que torna possível que os moradores tenham acesso prévio a todas as informações que serão discutidas a fim de que haja a eficácia esperada.
    Ao tratar da Previsão Orçamentária, por exemplo, o síndico deve encaminhar uma planilha do orçamento para os condôminos. Isso evitará uma série de detalhamento na hora da reunião, o que geralmente toma muito tempo.

 

 

Fonte: A Cidade On

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *