Publicado em 21 de dezembro de 2022

5 questões para ficar atento sobre taxas de condomínio

As taxas de condomínio são projetadas para fornecer ao proprietário/inquilino o estilo de vida que desejam, uma casa atraente, sem manutenção e repleta de comodidades. Confira 5 questões para ficar atento sobre taxas de condomínio:

Antes de investir em qualquer imóvel, seja alugando ou comprando, é importante fazer uma pesquisa adequada para averiguar todos os custos e taxas associados ao investimento. Como tal, um dos principais aspectos da compra ou aluguel de um imóvel é o valor de condomínio, que pode representar uma grande parte das despesas relacionadas ao imóvel.

Portanto, se planeja possuir ou alugar uma propriedade, não apenas é necessário planejar as taxas de entrada, impostos prediais, custos de fechamento do contrato e demais taxas, mas o mais importante, deverá saber exatamente o valor do condomínio que está sendo cobrado para poder planejar as finanças conforme a situação financeira. 

O que é taxa de condomínio? 

taxa de condomínio é o valor que o proprietário ou inquilino de uma propriedade deve pagar pelo uso de serviços públicos, comodidades e manutenção. Desta forma, o pagamento das taxas permite a manutenção da propriedade e desobriga o proprietário/inquilino da responsabilidade pela manutenção dessas áreas.

Em outras palavras, as taxas de condomínio são projetadas para fornecer ao proprietário/inquilino o estilo de vida que desejam, uma casa atraente, sem manutenção e repleta de comodidades. 

Como tal, eles pagarão essas taxas em troca de desempenhar um papel mínimo na manutenção e administração da propriedade enquanto desfrutam dos serviços oferecidos pela administração condominial.

Como funciona a taxa de condomínio? 

Ao constituir uma administração condominial, define-se um conjunto de regras e orientações visando manter valores imobiliários elevados para todos, delineando o que pode e o que não pode realizar um proprietário/inquilino.

Portanto, o conselho de administração fixa anualmente a taxa e determina o que a mesma cobre. Após a análise do valor, o morador é cobrado, geralmente mensalmente. Em troca deste pagamento, os residentes podem esperar que sua contribuição pague a manutenção do saguão, elevadores, áreas comuns, piscina e vagas de estacionamento.

Cálculo do valor

O cálculo do valor do condomínio é baseado no total de custos e despesas de manutenção e administração de todo o condomínio, sendo que cada propriedade de uma unidade condominial pagará uma parcela do valor total.

Por exemplo, a administração condominial  pode ter um orçamento operacional anual total (incluindo o fundo de reserva) de R$ 300.000. Se o condomínio tiver 20 propriedades e você possuir apenas uma, sua parcela será de 5% do valor total ou R$ 15.000 em taxas anuais de condomínio (cerca de R$ 1250,00 por mês). 

No entanto, para ter uma visão mais clara do valor de um condomínio, o proprietário/inquilino deve se informar junto ao seu conselho de administração, participar de reuniões ou solicitar atas das mesmas para saber exatamente como seu dinheiro está sendo gasto.

O que cobre a taxa de condomínio?

A resposta a esta pergunta irá variar de acordo com as decisões de cada conselho de administração do condomínio. Por isso, é importante saber o valor que deve ser pago antes de comprar ou alugar um imóvel. Dentre algumas das principais despesas cobertas pelas taxas condominiais é possível destacar:

  • Custos de manutenção e reparo: Quando algo na área comum quebra, ela é consertada; 
  • Seguro: Este seguro é para as áreas comuns do imóvel, como piscina. Se algo acontecesse, o seguro conseguiria cobrir; 
  • Cuidados com o gramado: Parques comuns e áreas que requerem paisagismo são atendidos pela taxa de condomínio;
  • Controle de pragas: O controle de pragas é coberto pela taxa de condomínio. 
  • Amenidades e serviços: Da piscina e academia ao porteiro, todos os serviços comuns que acompanham a propriedade são cobertos pela taxa de condomínio. 
  • Fundos de contingência e reserva: Uma gestão condominial bem administrada guardará dinheiro que pode ser usado para emergências. Eles também terão um fundo de reserva separado para pagar despesas futuras;
  • Funcionários: Se as instalações do condomínio precisam de alguém para cuidar da manutenção, segurança ou comodidades em tempo integral, as taxas serão para isso. 
  • Gerenciamento de associação de condomínio: embora o conselho possa ser um cargo voluntário, é comum haver a contratação de empresas de gerenciamento profissional para cuidar das operações do dia-a-dia. Isso inclui solicitações de manutenção, seguros e pagamentos, bem como, outras tarefas diárias de gerenciamento associadas às propriedades. 

Vantagem do condomínio 

Tal como acontece com a maioria dos tipos de acomodação, os condomínios têm as suas vantagens, que devem ser avaliadas a adequação de cada proprietário/inquilino ao seu estilo de vida, personalidade e situação financeira. Dentre as vantagens, pode-se destacar:

  • Menos responsabilidades de manutenção e reparo;
  • Acesso a comodidades no local, como sauna ou piscina, que de outra forma não seria possível pagar;
  • Recursos de segurança aprimorados;
  • Como proprietário, direito a voto, podendo ser eleito para o conselho de administração;
  • Ampla gama de atividades sociais, de entretenimento e recreativas.

Pontos para ficar atento 

Existem alguns pontos para ficar atento nos condomínios, como eventuais imprevistos, folhas de pagamento e inadimplência.

Imprevistos 

A administração do condomínio geralmente possui reservas suficientes para cobrir manutenções programadas e reparos inesperados. No entanto, há momentos em que o valor do condomínio pode aumentar, por exemplo, se exigir reparos repentinos fora do orçamento, devido a danos causados ​​por uma tempestade.

É importante ressaltar que obras e benfeitorias que possam impactar diretamente na variação do valor do condomínio devem ser aprovadas em assembleia. Todavia, se a assembleia aprovar o reajuste e tiver maioria a favor, não há muito o que fazer. Mesmo que um proprietário/inquilino discorde ou não tenha participado da reunião, a decisão da maioria é suprema.

Folhas de pagamento

O aumento das tarifas pode ser devido a um realinhamento da folha de pagamento dos contratados terceirizados, que em muitos casos são responsáveis ​​pela segurança, portaria, limpeza, manutenção e até administração do condomínio.

Inadimplência

Por último, mas não menos importante, à medida que a inadimplência aumenta, os preços dos condomínios podem aumentar, fazendo com que as taxas subam. Isso porque, como dito anteriormente, as tarifas são formadas pela divisão entre proprietários ou inquilinos.

Portanto, se alguém deixar de pagar sua parte, a capacidade do condomínio de pagar suas contas fica comprometida. Isso obriga os condomínios a aumentar o valor da cota para todos que pagam em dia.

Por esses motivos, certifique-se de revisar os registros de cobrança do condomínio, sua contabilidade para o ano e sua previsão de orçamento para o ano, a fim de garantir que possa cobrir facilmente as taxas mensais ou quaisquer mudanças repentinas.

Todos esses custos adicionais devem ser considerados antes de comprar ou alugar um imóvel para estar melhor preparado. Em suma, essas taxas de condomínio podem ter um grande impacto na escolha de onde morar e afetar significativamente o orçamento, por essa razão certifique-se de fazer a devida diligência. 

Assine a newsletter do Viva e receba
notícias como esta no seu e-mail

    Comente essa postagem

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados com * são obrigatórios.

    Seu comentário será moderado pelo Viva o Condomínio e publicado após sua aprovação.

    Taxas condominiais: você precisa se atentar a estes pontos!

    Há 218 dias

    […] Fonte: Viva o Condomínio. […]

    Manter a taxa de condomínio em dia traz diversos benefícios

    Há 317 dias

    […] Reformas, manutenção e revitalização das áreas comuns são feitas com esse dinheiro. Logo, se não forem pagas o imóvel, um bem durável, irá desvalorizar-se. Caso o índice de inadimplentes seja alto, o indicado é procurar um escritório de cobranças condominiais. […]

    Você sabe como é calculada a taxa de um condomínio? Entenda

    Há 331 dias

    […] você mora em apartamento, é praticamente certo que está insatisfeito com o valor das taxa do condomínio. Essa é uma despesa que está entre as mais altas do orçamento doméstico. Um […]